Nota de repúdio

  • Data de publicação
    03/11/202117h11
  • 03/11/2021
    POR: Imprensa
  • Data de publicação
    0

O Criciúma Esporte Clube vem a público manifestar o seu descontentamento com o comentário infeliz de um profissional de uma rádio da cidade de Içara que, em sua fala, afirma que o clube deveria "pagar a folha do mês do Paysandu". Os artigos 41-C e 41-D do Estatuto do Torcedor, que fala da corrupção passiva esportiva, e que cabe não somente ao torcedor, mas a qualquer envolvido no meio esportivo, deixa claro que:
 
‘Art. 41-C. Solicitar ou aceitar, para si ou para outrem, vantagem ou promessa de vantagem patrimonial ou não patrimonial para qualquer ato ou omissão destinado a alterar ou falsear o resultado de competição esportiva: Pena - reclusão de 2 (dois) a 6 (seis) anos e multa.’
 
‘Art. 41-D. Dar ou prometer vantagem patrimonial ou não patrimonial com o fim de alterar ou falsear o resultado de uma competição desportiva: Pena - reclusão de 2 (dois) a 6 (seis) anos e multa.’
 
Tomaremos as medidas judiciais cabíveis e reiteramos que o Criciúma não compactua com nenhum tipo de atividade antiesportiva e que sempre priorizou a transparência e honestidade em todas as competições que disputa ou disputou em toda a sua história. Em nome de todos, pedimos desculpas aos profissionais do Paysandu, que são pessoas íntegras, e gostaríamos de continuar mantendo o bom relacionamento com todos. 

Deixe um comentário

Receba novidades e conteúdo exclusivo
Tigres pelo mundo, de Criciúma para o mundo

Patrocinadores

  • Sicredi
  • Construfase Construtora
  • Unesc - Universidade do Extremo Sul Catarinense
  • Alianda
  • Anjo Tintas
  • Delupo  - Máquinas, Ferramentas, EPI´s e Soluções em MRO
  • Spieler Sports
  • Garra 91
  • NUTRATA
  • Laboratório Pasteur
  • Cooperja
  • Gelos Cubinho
  • Chini Serviços
  • Saúde São José